Como morar na Itália legalmente: conheça os tipos de visto!

De fato, como morar na Itália legalmente é uma questão que muitos brasileiros gostariam de saber.

Afinal, a Itália é um país com uma cultura rica, gastronomia deliciosa e extrema qualidade de vida. 

Além de ser uma excelente opção para quem quer ter uma “experiência” italiana mais à fundo, o visto ideal pode ser uma ótima escolha para aqueles que querem obter cidadania italiana pela via administrativa presencial na Itália.

Para saber se você possui algum ascendente italiano, consulte nosso serviço de preenchimento de árvore genealógica!

Se você deseja saber mais sobre esse interessante tema, acompanhe todas as informações que nós da Docitaly vamos passar para você neste artigo!

Como funcionam e quais são os vistos para morar legalmente na Itália?

Antes de mais nada, é preciso que você saiba que nós brasileiros temos direito de ir à Itália a passeio sem a necessidade de visto algum.

Mas a permanência nesses casos tem um limite, ou seja, você só pode ficar no país por 90 dias, senão você terá problemas.

Por isso, se você foi à Itália a passeio e se apaixonou por esse país e agora deseja morar legalmente lá a fim de experimentar com profundidade como é o estilo de vida italiano, chegou a hora de conhecer os tipos de visto que estão à sua disposição.

Ok, mas o que seria um visto?

Basicamente é um documento que você deve solicitar junto ao consulado italiano para permanecer por mais de 90 dias no país.

Há uma série de opções de vistos. Entre eles há o de:

  • Turismo
  • Estudo/formação
  • Trabalho autônomo
  • Trabalho subordinado
  • Adoção
  • Tratamento de saúde
  • Competição esportiva
  • Unificação familiar
  • Motivos religiosos
  • Residência eletiva

Vamos explicar cada um deles para você.

Aperte os cintos e vamos lá!

É possível morar na Itália com o visto de turismo?

Não, não é possível.

Como foi dito antes no artigo, o visto de turismo permite a permanência de até 90 dias à passeio na Itália.

Nem todo mundo sabe, mas vários outros países da Europa também não exigem visto para os viajantes brasileiros, entre eles:

  • Portugal
  • França
  • Alemanha
  • Espanha
  • Holanda
  • Reino Unido.

Visto de estudo ou formação

Você sabia que a Itália é um dos países com as universidades mais antigas do mundo?

É verdade!

Há muitas curiosidades interessantes sobre esse país que você talvez não conheça ainda.

Assim, uma boa quantidade de brasileiros decide estudar na Itália.

Algumas das opções são:

  • Curso universitários
  • Curso de línguas
  • MBA
  • Doutorado
  • Estágio 
  • Ou mesmo pesquisa científica.

Mas não basta querer estudar e conseguir uma oportunidade, pois é preciso correr atrás de outros pré-requisitos, que são:

  • Pagar a taxa de 50 euros pelo visto
  • Comprovar renda para permanência no país pelo tempo do estudo
  • Contratar um seguro saúde para cobrir eventuais intercorrências médicas no país
  • Comprovante de hospedagem e de matrícula do curso em questão.

Como morar na Itália com o visto de trabalho

De repente você recebeu aquela proposta irrecusável de trabalhar em um país de primeiro mundo como a Itália e gostaria de saber como funciona.

Em primeiro lugar, não é preciso que você trabalhe de forma registrada para conseguir essa opção de visto. 

Afinal, mesmo como freelancer, você pode trabalhar em uma empresa na Itália e obter o vista.

Para isso, basta que você preencha os requisitos que estão disponíveis no site do Consulado Italiano no Brasil e arcar com uma taxa de 116 euros.

Assim, se você realmente fizer carreira nessa empresa, você pode tranquilamente morar na Itália como funcionário.

Visto de adoção

No caso de brasileiros que estão adotando uma criança italiana, pode-se solicitar essa opção de visto.

Diferente das opções anteriores, esta é gratuita e pode ser requisitada caso o processo de adoção dure mais que os 90 dias do visto de turismo.

Além disso, é necessário entrar em contato com a Comissão para as Adoções Internacionais a fim de obter tal documento.

Visto para tratamentos de saúde

A Itália é referência médica em algumas áreas.

Por isso, alguns brasileiros precisam morar na Itália como forma de obter o melhor tratamento disponível.

Assim, para obter o visto médico, é preciso pagar uma taxa de 116 euros, comprovar mediante laudos médicos a doença e apresentar comprovante de pagamento de 30% do valor total do pagamento.

Visto para atletas

Se você é bom em um esporte, saiba que você pode morar por um tempo na Itália por meio do visto para competições esportivas.

No entanto, a maior parte dos campeonatos dura menos de 3 meses, ou seja, na maior parte dos casos não é necessário solicitar o visto para atletas.

Como morar na Itália para unificação familiar

Digamos que você contratou os serviços da Docitaly para identificar sua árvore genealógica e teve a surpresa de que você possui um parente de primeiro grau em solo italiano.

Nesse caso, você pode solicitar o visto para unificação familiar.

Para isso, basta apresentar comprovantes de familiaridade e arcar com a taxa de 116 euros.

Como morar na Itália legalmente por motivos religiosos

A Itália é o berço do Cristianismo, até porque o Vaticano fica envolto por territórios italianos.

Por isso, muitos padres, diáconos ou até mesmo leigos cristãos brasileiros precisam ir à Itália por questões religiosas.

Nesses casos, pode-se solicitar o visto por motivos religiosos que também custa 116 euros.

Como morar legalmente na Itália através do visto de residência eletiva

Digamos que você já está “aposentado”, conseguindo uma renda passiva mensal que permite você viver tranquilamente na Itália.

Neste caso, você pode optar pelo visto de residência eletiva.

Mas para que a solicitação seja bem sucedida você deve ter um minucioso comprovante dos seus rendimentos, bem como um imóvel alugado um comprado na Itália para sua residência.

Conclusão

Há uma série de vistos para você morar legalmente na Itália.

No entanto, a maioria deles se restringem a alguma circunstância temporária.

Por isso, se você quer de fato morar na Itália e ainda usufruir de benefícios excelentes por ter um passaporte italiano, você pode buscar outras opções.

Se você tiver algum ascendente italiano, consulte a nossa assessoria para receber orientações de forma individualizada.

Todo esse processo pode ser mais prático do que você imagina!
Para saber como tirar cidadania italiana mesmo estando no Brasil, nós preparamos um artigo especial sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *